DES_MONTAR_LOGO_gif.gif

Evento de encerramento do Projecto (Des)montar

DESMONTAR_Desdobrável_A4_Maio_22.jpg

O projecto (Des)montar está a chegar ao fim.

Foram 9 meses de muitas actividades que contribuíram para o crescimento do espaço #CAMPO e da nossa Associação. 
No dia 22 de Maio estão todos convidados para o evento de encerramento do projecto, que reúne os vários participantes para uma tarde muito bem passada. 
Neste dia começa uma nova fase do #CAMPO, com muita liberdade e abertura a novas propostas. 
Estamos à vossa espera! 

Lanche ajantarado mediante reserva: fogolento.cultural@gmail.com ou +351 960 487 948

+ infos: https://fb.me/e/1GfnRO4Cp

 

 

 

Dia 4 de Setembro de 2021 abrimos as portas do CAMPO (Centro periférico de contaminação entre arte, ciência e ambiente). Neste espaço situado na periferia de Gaia, a Associação Cultural Fogo Lento pretende apoiar e divulgar a pesquisa e criação transdisciplinar com foco nas práticas artísticas que proporcionam uma relação física e sensorial com a realidade. Acreditamos que “a aventura de estar perto das coisas do que o mundo é feito” (Annie Albers, Black Mountain College), a relação com o corpo e os materiais, assim como o estudo de práticas artesanais, que estão na origem do trabalho criativo, desenvolvem a capacidade de análise e reflexão, a criatividade e a capacidade de resolução de problemas. 

Neste ano, graças ao apoio  financeiro do Garantir Cultura e a uma equipa extraordinária, começamos a trabalhar em duas direcções: abrir o espaço à reflexão e criação artística, acolhendo e partilhando o trabalho de artistas transdisciplinares; desenvolver uma relação com a comunidade, começando a criar uma rede de contactos na área e convidando os artistas em residência a dinamizar oficinas para jovens e crianças.

Estiveram em residência artística no CAMPO: 

Sara Vieira Marques (Bolsa Estrume), João Alves e Nuno Oliveira, Ana Torrie e Costanza Givone, Henrique Apolinário, Henrique Fernandes.

Colaboraram no projecto: 

Ana Madureira e Vahan Kerovpyan, Irina Pereira e Miguel Carneiro (Arara), João Vladimiro, Julius Gabriel & Benjamin Whitehill, Nuno Guedes, Rafael Maia, Sofia Arriscado, Marta Bernardes e Francisca Lacerda.

As dificuldades não faltaram — sobretudo por causa das limitações criadas pela pandemia — no entanto, foi um ano importantíssimo para perceber os pontos de força e de fragilidade do espaço e para criar uma comunidade de sócios e colaboradores envolvida e desejosa de ver este espaço vivo e activo. 

Dia 22 de Maio promovemos o último evento do projecto (Des)montar, para partilhar com a população o percurso feito até agora e reflectir sobre o futuro. Convidamos sócios, artistas, residentes de Pedroso e todas as pessoas interessadas na missão deste espaço a pensar connosco as possibilidades para o futuro do CAMPO.

PROJECTO (DES)MONTAR - PROGRAMAÇÃO 2021 - 2022

Web_2.jpg
Web_3.jpg
Web_4.jpg