LAPSO

Recebi feijões em lugar de dentes

despejei o sangue numa garrafa

vesti a língua para lavar a loiça

troquei um rim por um sabonete

ofereci o mamilo a Sant’Agata.

Perdi as cortinas de pele que fecham o quarto.


“Lapso” é o espaço da dúvida e o tempo no qual as fronteiras que separam o interior e o exterior do corpo entram em queda. Um mergulho onírico na realidade deixa-nos furar o corpo e chegar às camadas mais profundas, onde a intimidade e a partilha deixam as vísceras à mostra e as barreiras à superfície.

Prémio aquisição Bienal de Cerveira 2022

Prémio  aquisição Fuso EDP/MAAT 2021

Direction and edition: Costanza Givone and Sofia Arriscado

Body and voice: Costanza Givone

Cinematography and post-production: Sofia Arriscado

Text: Costanza Givone in collaboration with Sofia Arriscado

Composer and sound designer: Rafael Maia

Re-recording mixers: Bernardo Bourbon and Rafael Maia

Graphic Design: Inês Gomes Ferreira

Thanks to: Gaspar Givone, Inês Gomes Ferreira, João Vladimiro, Laetitia Morais, Monica Baptista, Odair Monteiro

Supported by: Fogo Lento/CAMPO

Comissioned by: Teatro Municipal do Porto

TMP_Rivoli_Campo Alegre_1.png
PORTO_logo_preto.jpg